Pesquisadores desenvolvem sistemas para gestão do uso da água

Ferramenta de fiscalização já se encontra em funcionamento na Agência Executiva de Gestão de Águas da Paraíba

Dados do Fórum Alternativo Mundial da Água atestam que mais de 850 municípios brasileiros enfrentaram problemas com a falta de água no ano de 2017. O recurso vem se tornando cada vez mais escasso nos últimos anos e a Paraíba é um dos estados brasileiros que mais sofre com os efeitos dessa crise hídrica. Pensando nesse problema, pesquisadores da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) desenvolveram um conjunto de sistemas para a melhoria da gestão dos recursos hídricos no Estado da Paraíba. Um deles, voltado para a fiscalização do uso da água, já se encontra em funcionamento há três meses na Agência Executiva de Gestão das Águas (AESA).

“O sistema funciona da seguinte forma: um técnico da AESA vai a campo fazer fiscalização usando smartphone, leitor biométrico e impressora móvel. Ao detectar uma irregularidade, ele usa o sistema para fazer a notificação oficial ao cidadão infrator através de diversas formas. Um processo administrativo é instaurado e o cidadão é convocado a regularizar sua situação na Agência, no prazo especificado”, explica o professor Cláudio de Souza Baptista, da Unidade Acadêmica de Sistemas e Computação, responsável pelo sistema.

Modernização dos processos

O trabalho é fruto de um projeto da UFCG, em parceria com a AESA e a Fundação Parque Tecnológico da Paraíba (PaqTcPB), para modernização dos processos de prestação de serviços e gestão dos recursos hídricos no Estado da Paraíba. Além do sistema de fiscalização do uso da água, foram desenvolvidas outras ferramentas de gestão hídrica, com foco no monitoramento hidrometereológico; operação de reservatórios e segurança de barragens; qualidade de água; gestão de outorga e licença de obra hídrica; geoprocessamento; e processos eletrônicos.

Além dos resultados com o uso em campo, o projeto vem colhendo outros frutos. O artigo “Um método para gerenciamento do processo de fiscalização dos recursos hídricos” foi reconhecido pela Sociedade Brasileira de Computação como melhor trabalho no Workshop de Computação Aplicada à Gestão do Meio Ambiente e Recursos Naturais, realizado no mês de julho em Natal-RN. O evento é considerado o mais importante da computação na temática de meio ambiente.

O artigo, que abordou o processo de fiscalização numa arquitetura de sistema de informações baseado na Web e em plataforma móvel para prover uma gestão de forma eficiente e eficaz, foi produzido por equipe da Unidade Acadêmica de Sistemas e Computação da UFCG, formada por André Luiz Alves (doutorando), Hélisson Nascimento (graduando) e Cláudio de Souza Baptista (professor titular), em parceria com Hugo Feitosa (professor do Instituto Federal da Paraíba – IFPB) e Érica de Almeida (engenheira da AESA).

Fonte: Ascom UFCG/Revista Nossa Ciência